• Roland Hohberg

Quando a sabotagem se torna normal na TVM


Assim como foram discriminados os apresentadores do programa infanto-juvenil mais popular de Moçambique.


Apesar de um contrato assinado, o Director de Produção da TVM recusou a equipe de produção do programa ACADEMIA DE SONHOS de gravar no Studio1.


A razão: A equipe de produção do programa de promoção de talentos e dos Direitos da Criança se recusou a pagar ao director 10 mil Meticais cada semana para usar o estúdio.


Também não era permitido a equipe da ACADEMIA DE SONHOS filmar no estúdio 2.


Neste estúdio, a equipe só teve permissão para usar um pequeno canto na saída do estúdio para as filmagens.


Também não foi permitido que a decoração da parede do estúdio aparecesse nas imagens.


A equipe da ACADEMIA DE SONHOS teve que esticar um pano azul e, em seguida no seu estúdio na Massaca/Boane editar as gravações que consumia muito tempo.


Muitas vezes os apresentadores tinham que esperar bastante tempo antes de iniciarem a gravação, já que os técnicos da TVM raramente estavam disponíveis conforme combinado.


O PCA da estação de televisão pública nunca respondeu à entrada de queixas de corrupção e sabotagem.


As fotos mostram a demora da preparação para iniciar as filmagens do programa no estúdio 2 da TVM.